Certificação

A certificação florestal é ferramenta para a gestão florestal ambientalmente responsável, socialmente justa e economicamente viável

As empresas da indústria de árvores têm as certificações como ferramenta que visa garantir aos clientes e consumidores a origem sustentável de seus produtos e boas práticas de manejo florestal, considerando aspectos sociais e ambientais. As certificações promovem a melhoria contínua dos processos produtivos e a eficiência nas atividades florestais e industriais, ao mesmo tempo em que reduzindo impactos negativos e maximizando benefícios ambientais e sociais

Mecanismos de mercado que garantem a diferenciação das empresas e produtos, as certificações inicialmente foram aplicadas como forma de fortalecimento da imagem corporativa e marketing. Hoje se tornaram intrínsecas à estratégia comercial das empresas, inseridas em toda a cadeia produtiva.

Como funcionam?

A obtenção da certificação se dá por meio de auditorias independentes e externas, feitas por órgãos certificadores que avaliam desde as práticas de produção de muda, plantio e colheita, até a indústria, passando por avaliações relacionadas aos impactos ao meio ambiente e às comunidades do entorno, segurança e saúde dos trabalhadores e a conformidade com a legislação municipal, estadual e federal.

Existem dois esquemas de certificação florestal: o Forest Stewardship Council® (FSC) e o Programa Nacional de Certificação Florestal (Cerflor), endossado pelo sistema internacional Programme for the Endorsement of Forest Certification Systems (PEFC). O setor de árvores plantadas no Brasil tem quase 70% de sua área (5,4 milhões de hectares) certificados na modalidade de manejo florestal por esses esquemas internacionalmente reconhecidos.

A Ibá é membro do FSC no âmbito nacional e internacional e das Comissões Técnicas do Cerflor/PEFCparticipandoativamente da construção da agenda de certificação florestal nacional e mundial.

Temas fundamentais de atuação da Ibá frente aosos sistemas de certificação são a gestão do uso de químicos para o controle de pragas e doenças, a biotecnologia arbórea, viabilização da certificação de pequenos produtores, madeira controlada e o papel das plantações certificadas no suprimento da demanda por fibras, madeira e energia, entre outros. Além de participar dos processos decisórios dos sistemas FSC e PEFC, a Ibá atua na difusão contínua das boas práticas de manejo florestal e dos benefícios socioeconômicos alcançados com a certificação, para públicos nacionais e internacionais.