ibá

Tendência de alta na produção de celulose se mantém em fevereiro

Criado: 03 março 2015

São Paulo, 26 de março de 2015 - Nos dois primeiros meses de 2015, a produção brasileira de celulose cresceu 10,3% na comparação com o mesmo período de 2014, atingindo 2,8 milhões de toneladas. A produção de papel se manteve praticamente estável no primeiro bimestre de 2015, atingindo 1,7 milhão de toneladas. No segmento de painéis de madeira, a produção nos dois primeiros meses do ano foi de 1,2 milhão de m³, volume 6% menor do que no mesmo período de 2014.

Confira a seguir os demais indicadores de desempenho do setor de árvores plantadas, na décima edição do Cenários Ibá, boletim mensal da Indústria Brasileira de Árvores.

Volume de exportações - No primeiro bimestre de 2015, o volume das exportações de celulose totalizou 1,8 milhão de toneladas, crescimento de 6,3% em relação ao mesmo período de 2014, quando foram exportadas 1,7 milhão de toneladas. Em relação ao segmento de painéis de madeira, o volume exportado nos dois primeiros meses do ano somou 72 mil m³, crescimento de 26,3% sobre o mesmo período do ano passado, quando as exportações foram de 57 mil m³. As exportações de papel atingiram 293 mil toneladas nestes dois primeiros meses do ano, volume 8,7% menor ao registrado no mesmo período de 2014.

Vendas Domésticas - As vendas de celulose no mercado doméstico nos dois primeiros meses de 2015 se mantiveram praticamente estáveis em relação ao mesmo período de 2014, atingindo 291 mil toneladas. No segmento de painéis de madeira, as vendas no mercado interno atingiram 1,0 milhão de m³, volume 8,7% menor na comparação com o mesmo período do ano passado. As vendas de papel somaram 837 mil toneladas, volume 7% inferior em relação ao mesmo período de 2014.

Receita de exportações - No primeiro bimestre de 2015, a receita de exportações de celulose, painéis de madeira e papel totalizou US$ 1,1 bilhão, inferior em 6,3% comparando com o mesmo período do ano passado, quando o total foi de US$ 1,2 bilhão. O saldo da balança comercial do setor nos dois primeiros meses do ano é de US$ 899 milhões, valor 4,4% menor na comparação com o mesmo período de 2014.

«Veja todos os releases