ibá

Pisando firme

Criado: 14 julho 2017

Pisos laminados de madeira ganham ainda mais fôlego com novos anúncios do programa Minha Casa Minha Vida

As novas regras do programa Minha Casa Minha Vida, anunciadas pelo presidente Michel Temer em meados do primeiro semestre, visam expandir o número de beneficiários do programa. As medidas buscam a ampliação do benefício para famílias com renda mensal de até R$ 9 mil e O reajuste do limite do financiamento e, com isso, devem reaquecer a construção civil, um dos principais setores da economia. A previsão é atingir a construção de 6zo mil novas unidades ainda este ano, que contarão com uma novidade: pela primeira vez, poderão optar por pisos laminados entre os revestimentos.

Em entrevista à REFERÊNCIA INDUSTRIAL, a presidente executiva da lbá (Indústria Brasileira de árvores), Elizabeth de Carvalhaes, manifestou que a decisão é extremamente positiva. “O anúncio da ampliação do programa Minha Casa Minha Vida, que atingirá mais famílias e permitirá um crescimento expressivo no número de novas construções, é uma excelente notícia para os fabricantes de pisos laminados", acredita. ”No ano passado, a lbá realizou diversas reuniões com o governo, com atuação direta no Fórum dos Programas Setoriais da Qualidade reconhecido pelo PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat) e por meio da publicação da Portaria n° 179/2O16 do Ministério das Cidades, o piso laminado tornou-se opção de revestimento para os programas de habitação de interesse social.“

Considerado ambientalmente correto, o piso laminado é feito exclusivamente com matéria-prima renovável e reciclável, com origem no cultivo de árvores de pinus e eucalipto. O produto nacional é certificado por organizações independentes que garantem a procedência da matéria-prima utilizada, como o FSC (Forest Stewardship Council) e o Cerflor (Programa Nacional de Certificação Florestal).

Segundo Elizabeth, o reaquecimento do mercado deverá andar lado a Iado com as expectativas de consumo do Minha Casa Minha Vida. “Essas decisões representaram passos importantes”, prevê. “O passo inicial já foi concretizado, e cabe agora às empresas fabricantes de pisos laminados realizarem um forte trabalho de conscientização junto aos construtores e consumidores, enfatizando os benefícios do produto como: custo reduzido, praticidade e agilidade na instalação, durabilidade e desempenho do material; conforto térmico e acústico; proteção antibacteriana e facilidade de manutenção."

Engajada e forte na contribuição ao meio ambiente e combate ao desmatamento sem sistemas de manejo, a lbá atenta para a certificação dos pisos laminados, prova de que a construção civil brasileira pode andar lado a lado com a sustentabilidade. “Em um planeta cada vez mais engajado com a contribuição ao meio ambiente e no combate as mudanças climáticas, é fundamental criar incentivos e mecanismos de precificação para os setores que tem na sua essência a produção sustentável, em prol de uma economia de baixo carbono”, reflete Elizabeth. "Este é o caso dos pisos laminados produzidos no Brasil, que são certificados e feitos exclusivamente com matéria - prima renovável e reciclável, com origem no cultivo de árvores plantadas para fins industriais - pinus e eucalipto.”

Para auxiliar e incentivar tanto o consumidor quanto o instalador, a lbá disponibilizou no seu site o manual de uso e manutenção de pisos laminados e o guia do instalador de piso laminado, que trazem informações sobre as aplicações mais comuns destes pisos e apresentam procedimentos mais adequados para a escolha e instalação do piso, e os cuidados com o uso e limpeza do produto.

*Matéria publicada na Revista Referencia Industrial - PR 

«Veja todas as notícias