ibá

Geração de emprego e renda pelo setor de árvores plantadas

Criado: 06 janeiro 2016
























Em 2014, o número de empregos mantidos de forma direta pelo setor de árvores plantadas foi de 610 mil. Considerando-se os indicadores de multiplicação do modelo de geração de empregos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de 1995, estima-se que no ano, o número de postos de trabalho diretos, indiretos e resultantes do efeito renda da atividade florestal seja da ordem de 4,23 milhões.

À medida que as atividades do setor de árvores plantadas se concentram fora de centros urbanos, o setor contribui de forma significativa para fixar a população no meio rural e gerar renda para as comunidades do entorno de suas unidades de negócio.

Há ainda uma vantagem relativa à qualidade do emprego do setor de árvores plantadas em relação às atividades similares no meio rural, sobretudo a agricultura tradicional. Como a maioria dos empregos do setor estão diretamente ou indiretamente ligados a grandes corporações de capital nacional ou estrangeiro, a maior parte dos postos de trabalho do setor são formais com benefícios que superam as obrigações normal do marco trabalhista brasileiro.

Assumindo o número de empregos gerados indiretamente pelo setor brasileiro de árvores plantadas e o salário médio líquido de seus trabalhadores, a renda gerada pela atividade em 2014 foi de R$ 11,60 bilhões. Desse total, R$ 10,44 bilhões foram agregados ao consumo das famílias, enquanto a quantia restante foi direcionada à poupança nacional.

No Relatório Ibá 2015 você encontra mais dados de desempenho do setor de árvores plantadas, acesse: http://www.iba.org/images/shared/iba_2015.pdf.

«Veja todas as notícias